Notícias

Bancos reduzem projeção de queda do PIB

11 de julho de 2016

Instituições financeiras esperam que a economia brasileira encolha 3,30% em 2016. Estimativa da semana passada era de recuo de 3,35%, segundo pesquisa do Banco Central.

Brasília - A estimativa de instituições financeiras para a queda do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no País, foi reduzida de 3,35% na semana passada para 3,30% nesta semana. A projeção é para 2016. Para 2017, a estimativa de crescimento é mantida em 1% há quatro semanas. As estimativas fazem parte de pesquisa feita todas as semanas pelo Banco Central (BC).

A projeção de instituições financeiras para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi levemente reduzida ao passar de 7,27% para 7,26%. Essa foi a segunda semana seguida em que houve queda na estimativa. Para 2017, a projeção também caiu, ao passar de 5,43% para 5,40%, no segundo ajuste consecutivo.

A projeção para a cotação do dólar foi alterada de R$ 3,46 para R$ 3,40, ao final deste ano, e de R$ 3,70 para 3,55, no fim de 2017.