Notícias

Embraer entrega jato de treinamento para Etihad

13 de junho de 2016

Avião modelo Phenom 100E é o primeiro de quatro unidades que serão operadas pela Escola de Voo da Etihad.

São Paulo - A Embraer e a Etihad Airways anunciaram nesta segunda-feira (13) que o primeiro de quatro aviões do modelo Phenom 100E foi entregue à empresa dos Emirados Árabes Unidos no domingo (12). O avião será utilizado para treinamento de pilotos pela Escola de Voo da Etihad, que pertence à companhia aérea de Abu Dhabi. A próxima unidade chegará aos Emirados no fim deste mês e as outras duas, no começo do ano que vem.

De acordo com informações da Etihad, o modelo será utilizado para ensinar os alunos do curso de Licença para Piloto de Tripulação Múltipla, em que os aprendizes treinam em equipe, assim como ocorre nos voos das empresas aéreas. Nos cursos em formato mais antigo, os alunos são treinados individualmente. Futuros pilotos da Alitalia e da Air Seychelles, companhias parceiras da Etihad, também receberão treinamento no Phenom 100E.

Ainda de acordo com a Etihad, quando todos os Phenom 100E estiverem na frota da escola de pilotos, a instituição terá 22 aviões para treinamento. Atualmente, a Etihad tem 186 alunos de pilotagem, a maioria formada por emiratis. A empresa tem mais de 2.200 pilotos.

Segundo a Embraer, o Phenom 100E tem encomendas de outros países para ser usado para treinamento de pilotos. O modelo pode voar a 720 quilômetros por hora, a 12.500 metros de altitude e voa até 2.182 quilômetros sem abastecer. Na nota, o presidente da Embraer Aviação Executiva, Marco Tulio Pellegrini, afirmou que a escola de pilotagem será a primeira na área de aviação a utilizar este avião na principal fase de treinamento dos pilotos.

Para chegar aos Emirados Árabes Unidos, o modelo pousou e decolou de aeroportos em quatro continentes. Partiu de São José dos Campos, município em que fica a sede da Embraer, pousou em Cuiabá, no Mato Grosso do Sul, e em Manaus, no Amazonas, antes de deixar o Brasil. No Caribe, fez paradas em Trinidad e Tobago e em Porto Rico. Depois, passou pelos estados da Flórida, Virginia e Maine, nos Estados Unidos, por Newfoundland, no Canadá, pela Groenlândia, Islândia, Belfast, na Irlanda do Norte, Amsterdã, na Holanda, Itália, Grécia, Egito e Arábia Saudita. Dez dias e 20,1 mil quilômetros depois de decolar, chegou à sua base, na cidade de Al Ain.