Notícias

Gaza: 80% da população precisa de ajuda humanitária

05 de julho de 2016

Segundo agência da ONU, número de assistidos no território passou de 80 mil no ano 2000 para 930 mil hoje.

São Paulo – A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (Unrwa, na sigla em inglês) divulgou nesta terça-feira (05) que cerca de 80% da população de Gaza depende de ajuda humanitária para ver atendidas suas necessidades básicas, segundo informações da agência de notícias jordaniana Petra.

A entidade destacou que o número de refugiados assistidos em Gaza saltou de 80 mil no ano 2000 para mais de 930 mil hoje. A instituição citou os dados ao agradecer, em comunicado, doação de alimentos para a região feita pela Fundação Khalifa Bin Zayed Al-Nahyan, dos Emirados Árabes Unidos.

Segundo a organização, a doação de alimentos permite que as famílias assistidas gastem parte de seus recursos limitados em outros itens de primeira necessidade. Durante o mês muçulmano do Ramadã, que está para terminar, a Unrwa organiza campanha de doações de refeições para famílias carentes para a quebra do jejum, ou “iftar”. Neste período, os seguidores do Islã jejuam do nascer ao por do sol.

De acordo com a agência da ONU, o bloqueio do território por Israel, que já está em seu 10º ano, e os conflitos armados que lá ocorrem periodicamente afetaram significativamente a economia local, o que empurrou boa parte da população para a pobreza e a miséria.

O índice de desemprego em Gaza ficou em 41,2% no primeiro trimestre de 2016, segundo o Escritório Central de Estatísticas Palestino. É a taxa mais alta do mundo, de acordo com o Banco Mundial.