Notícias

Missão do Catar busca negócios com brasileiros

19 de setembro de 2017

Empresários do país árabe desembarcam em São Paulo na próxima semana e participam de rodada de negócios com empresas nacionais na terça-feira (26).

São Paulo – Um grupo de empresários do Catar desembarcará em São Paulo na semana que vem com intenção de fechar negócios com brasileiros. Liderada pelo Qatar Development Bank (QDB), a missão do país árabe será a maior a visitar o Brasil, de acordo com o diretor geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Michel Alaby, que destaca o interesse deles em promover o intercâmbio comercial com o País.

“Eles estiveram aqui na Apas Show para estudar o mercado. Agora, querem buscar algo mais efetivo”, disse o executivo, citando a feira promovida pela Associação Paulista de Supermercados no começo de maio. O QDB foi um dos expositores presentes no espaço organizado pela Câmara Árabe no evento.

Controlado pelo governo do Catar, o QDB investe no desenvolvimento, na diversificação da economia e na indústria do país árabe. O banco tem sido um importante catalisador para o desenvolvimento socioeconômico do Catar.

Virão empresários de setores como agronegócio, alimentos, farmacêutico, petroquímico e metalúrgico, além de toda a diretoria do banco. Eles cumprirão dois dias de agenda, sendo a terça-feira (26) dedicada a conhecer e negociar com os brasileiros – e quando haverá oportunidade de estreitar relações, seja com os empresários catarianos, seja com os executivos do banco. Haverá uma rodada de negócios promovida pela Câmara Árabe na sede da entidade.

Na quarta-feira (27), os empresários do Catar visitarão o porto de Santos, um dos principais canais comerciais para exportação e importação do Brasil.

As reuniões da terça-feira serão realizadas na sede da Câmara Árabe, na avenida Paulista, em São Paulo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da entidade.

Segundo Alaby, que fará uma apresentação aos catarianos sobre como negociar com brasileiros, a intenção dos visitantes é mesmo fechar negócios. “Alguns querem importar, outros buscam exportar. O papel da Câmara Árabe é promover os encontros entre brasileiros e catarianos para que eles negociem”, afirmou.

No ano passado, o Brasil exportou o equivalente a US$ 378 milhões para o Catar e importou US$ 532 milhões. O país árabe, rico em produção de gás, tem uma economia bastante liberal e incentiva o livre mercado e os investimentos externos. De acordo com Alaby, a visita da semana que vem também mira a Copa do Mundo de futebol de 2022, que será realizada no Catar.

Serviço

Oportunidades Comerciais no Catar
Terça-feira, 26 de setembro, a partir das 9 horas
Local: Câmara Árabe, Auditório Walid Yazigi, Avenida Paulista, 283 – 11º andar, Bela Vista, São Paulo, SP
Clique aqui para se inscrever gratuitamente