Notícias

Mostra exibe filme libanês sobre teatro com detentos

28 de maio de 2016

Obra apresenta trabalho da diretora Zeina Daccache na montagem de peça no presídio de Roumieh. Ele faz parte de exibição de documentários sobre teatro e performance.

São Paulo – A mostra de documentários sobre teatro e performance “Entre Realidades e Ficções”, que ocorrerá na capital paulista de 01 a 09 de junho, terá na programação um filme libanês. Chamada “12 Libaneses Furiosos”, a obra mostra o trabalho da diretora Zeina Daccache na montagem da peça “Doze Homens e uma sentença” com detentos da prisão de Roumieh, no Líbano. O filme, que também tem direção de Zeina, poderá ser visto no dia 02, às 19h, no Sesc Consolação, onde serão exibidos todos os documentários da mostra.

“É um lugar do mundo muito vulnerável e atacado, quanto mais a gente conhecer diferentes realidades, com diferentes olhares sobre a vida lá, melhor”, afirma a curadora da mostra, Marcia Abujamra, sobre a escolha de um documentário libanês para a programação. Marcia é diretora de teatro, produtora e tradutora e é descendente de árabes. Ela lembra que o documentário traz o trabalho teatral de Zeina, mas também o social, de terapia, e sua atuação política.

Zeina é diretora de teatro especializada em trabalhar com desfavorecidos e traumatizados e desenvolveu com os prisioneiros a adaptação da peça por 15 meses. O documentário mostra as sessões de dramaterapia e seus efeitos, as entrevistas com os detentos, momentos de crise e alegria. A obra ganhou o Prêmio Noor no 14º Festival Anual de Cinema Árabe, na categoria documentário de destaque, no ano de 2010. O filme é de 2009 e tem 78 minutos.

A proposta da mostra do Sesc, na qual a produção se insere, é mostrar a relação entre realidade e ficção. “Eles se prendem a um registro do real, mas acabam trabalhando com a ficção”, afirma a curadora, sobre os documentários. Abujamra diz que a ideia do real tem sido cada vez mais explorada e por isso os documentários ganham cada vez mais importância. “A ideia do real já invadiu e está invadindo as artes cênicas de maneira muito forte”, relata.

Os documentários apresentam o teatro e as performances por diferentes abordagens. Há filmes que mostram o trabalho de um diretor específico, como é o caso do que abre a mostra, Reza Abdoh – Visionário do Teatro, sobre o diretor iraniano Reza Abdoh, e O Teatro Segundo Antunes Filho, a respeito do diretor brasileiro de teatro. Também há filmes que acompanham todo o trabalho de produção, criação e encenação de um espetáculo, obras que mostram peças feitas em diferentes locais, que trazem bastidores de montagens ou ainda que são criações e documentários ao mesmo tempo, entre outros.

Além do filme libanês e do documentários sobre Reza Abdoh, que é norte-americano, a grade de programação tem mais atrações de outros países, como Bélgica, Alemanha, Áustria e Holanda. A curadora lembra que é uma oportunidade única de ver esses filmes. “Reza Abdouh é muito jovem, foi de uma importância violenta na vida de quem faz teatro”, diz Abujamra, sobre o documentário de estreia, lembrando ainda da possibilidade única de se ver um filme sobre o trabalho de teatro na prisão, caso da obra libanesa. Além das exibições dos documentários, também estão programadas discussões com especialistas sobre o tema da mostra e dos filmes.

Serviço:

Mostra de documentários "Entre Realidades e Ficções"
De 01 a 09 de junho de 2016
No Sesc Consolação, rua Dr. Vila Nova, 245 – São Paulo – SP
Filmes: gratuito – retirada de ingressos 30 minutos antes
Workshops – inscrições para processo seletivo pelo email teatro@consolacao.sescsp.org.br até 02 de junho, às 20h
Mais informações e programação: http://www.sescsp.org.br/programacao/94149_ENTRE+REALIDADES+E+FICCOES#/content=programacao