Notícias

Balança comercial mantém superávit em maio

16 de maio de 2016

São Paulo - A balança comercial brasileira registrou superávit na segunda semana de maio, de acordo com os dados do período divulgados nesta segunda-feira (16) pelo Ministério da Indústria, Comércio e Serviços em Brasília. Na semana de cinco dias úteis entre 09 e 15 de maio, foram exportados US$ 4,370 bilhões e importados US$ 2,622 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,747 bilhão.

Segundo o ministério, na segunda semana do mês foram exportados US$ 873,9 milhões por dia útil, com aumento de 9,8% sobre o desempenho da primeira semana. No período, subiram as exportações de produtos básicos e manufaturados e caíram as de semimanufaturados.

Entre os básicos, houve crescimento de 1,1% sobre o desempenho da primeira semana, com uma média diária de US$ 436,4 milhões exportados. Cresceram, principalmente, os embarques de soja em grão, petróleo em bruto, minério de ferro, carne de frango, café em grão e algodão em bruto. Entre os manufaturados, o crescimento foi de 23,1%, para uma média diária de US$ 321,7 milhões, devido ao aumento nas vendas de aviões, automóveis de passageiros, tubos flexíveis de ferro/aço e óxidos e hidróxidos de alumínio. As remessas de manufaturados caíram 19% em comparação com a primeira semana, para US$ 100,9 milhões por dia em média. Foram influenciadas pelas vendas menores de semimanufaturados de ferro/aço, ouro em forma semimanufaturada e ferro-ligas.

Na segunda semana do mês as importações caíram 4,5% em comparação com a primeira semana, para uma média diária de US$ 524,5 milhões. No período, foram menores as compras de aparelhos eletroeletrônicos, químicos orgânicos/inorgânicos, adubos e fertilizantes, plásticos e obras e produtos farmacêuticos.

No mês, as exportações somam US$ 8,349 bilhões, com média diária de US$ 834,9 milhões. Esse montante é 0,4% inferior ao desempenho de maio do ano passado. Nesta comparação, as exportações de produtos básicos estão 3,3% menores. Já as de produtos manufaturados acumulam alta de 0,4% e de semimanufaturados estão 13,2% maiores.

As importações também estão menores no acumulado do mês. Até a segunda semana deste mês, foram importados US$ 536,8 milhões, valor 23,4% menor do que o de maio de 2015 devido a gastos menores com siderúrgicos, combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, farmacêuticos e eletroeletrônicos.

No ano, a balança comercial brasileira acumula exportações de US$ 64,290 bilhões e importações de US$ 48,066 bilhões. O superávit até a segunda semana de maio é de US$ 16,224 bilhões. No mesmo período do ano passado, o setor acumulava déficit de US$ 3,407 bilhões.