Notícias

Brasileira faz sucesso com velas artesanais no Líbano

06 de maio de 2017

São Paulo – Com motivos religiosos ou decorativos, as velas artesanais da brasileira Mabel Nakrour fazem sucesso no Líbano. No santuário de Harissa, como é chamada a padroeira do país árabe, são as velas de Nakrour que os fiéis compram para mostrar sua devoção. A igreja do local absorve a maior parte da produção de cem velas mensais feitas pela paraense.

“A igreja tem uma loja enorme. O padre Antônio é libanês e morou seis anos no Rio de Janeiro. Ele compra quase tudo o que eu produzo”, diz Nakrour. Na época de Natal, a produção de velas da brasileira chega a 500 unidades mensais.

Além das velas com motivos religiosos, Nakrour também faz velas decorativas. Segundo ela, é comum no Líbano o hábito de dar presentes em ocasiões como almoços, jantares e demais reuniões. Suas velas, conta, são encomendadas para serem dadas como lembranças nestas ocasiões.

Nascida em Belém, Nakrour não tem ascendência árabe. Ela foi morar no Líbano há 20 anos, com o marido libanês que conheceu em São Paulo.

Antes de viver no país árabe, ela nunca tinha trabalhado com velas. Decidida a ter um trabalho que lhe desse autonomia em seu novo país, Nakrour aproveitou um período de férias em São Paulo para fazer um curso de velas decorativas.

Da capital paulista, ela levou o conhecimento, moldes e materiais para enfeitar suas velas. Até hoje, ela trabalha com materiais importados do Brasil. “Trago moldes, silicone, pavio, tudo do Brasil. Só a parafina que eu compro aqui porque é um derivado do petróleo, então é mais barato comprar aqui. A parafina que eu uso vem do Egito”, explica.

“Os libaneses gostam de coisas mais requintadas”, afirma Nakrour sobre a preferência de seus clientes. Nas decorações de seus arranjos, a paraense usa itens como flores, pedras semi-preciosas, folhas e muitas cores. Ela também produz velas com decoração islâmica que são vendidas em uma loja de Beirute. Apenas nos meses mais quentes no Líbano, julho, agosto e setembro, é que Nakrour para de trabalhar, já que o calor excessivo atrapalha a produção das velas.

Nakrour faz todas as velas sozinhas em sua casa, na cidade de Jounieh. Ela diz que tem mais de 500 modelos diferentes e seus arranjos variam de US$ 10 a US$ 30. Quem tiver interesse pode fazer encomendas personalizadas à brasileira ou comprar um de seus diversos modelos de velas, que podem ser vistos em sua página no Facebook: http://migre.me/criar-url/.