Notícias

CNI revisa para baixo previsão do PIB

07 de julho de 2016

Confederação Nacional da Indústria mudou de 3,1% para 3,5% sua projeção de queda da economia brasileira este ano.

Brasília - A Confederação Nacional da Indústria (CNI) revisou para baixo as previsões de queda da economia brasileira para este ano. A estimativa para retração do Produto Interno Bruto (PIB) passou de 3,1%, divulgada em abril, para 3,5%. A previsão para queda do PIB industrial foi alterada de 5% para 5,4%.

De acordo com as perspectivas da CNI para o ano de 2016, os investimentos recuarão 13,9% e o consumo das famílias diminuirá 4,8%. Em relação ao desemprego, a previsão da CNI é que a taxa anual alcance 11,5% da População Economicamente Ativa (PEA).

Na avaliação da CNI, a inflação ao fim do ano chegará a 7,3%, ante 7,1% estimados em abril. A estimativa para a taxa de câmbio média de 2016 é R$ 3,48, contra R$ 3,33 em 2015, uma desvalorização de 4,6%.