Notícias

Dívida pública recua 3%

27 de maio de 2016

A queda ocorreu de março para abril. Segundo o Tesouro Nacional, houve recuo tanto no endividamento interno como no externo.

Brasília - A Dívida Pública Federal apresentou redução em termos nominas de 3,01% em abril na comparação com março, ao passar de R$ 2,886 trilhões para R$ 2,799 trilhões. Os dados incluem o endividamento interno e externo, e foram divulgados nesta sexta-feira (27) pelo Tesouro Nacional. É a primeira queda mensal desde janeiro.

O coordenador-geral de Operações da Dívida Pública do Tesouro Nacional, Leandro Secunho, destacou que a redução se deve a um vencimento elevado de títulos prefixados no mês, já esperado.

A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPFMi) teve o estoque reduzido em 3,03% ao passar de R$ 2,753 trilhões para R$ 2,670 trilhões. A DPMFi é a dívida pública federal interna em circulação no mercado nacional.

Com relação ao estoque da Dívida Pública Federal Externa (DPFe), houve redução de 2,7% na comparação com o resultado do mês anterior, chegando a R$ 129,60 bilhões, equivalentes a US$ 37,95 bilhões. Desse total, R$ 117,71 bilhões (US$ 34,47 bilhões) referem-se à dívida mobiliária (títulos) e R$ 11,89 bilhões (US$ 3,48 bilhões) à dívida contratual.