Notícias

Emirado descobre assentamento de mais de 7 mil anos

15 de julho de 2016

Vestígios de presença humana no sexto milênio a.C. foram encontrados em Umm Al Qaiwain, um dos territórios que formam os Emirados Árabes Unidos.

São Paulo – O Departamento de Antiguidades e do Patrimônio Histórico de Umm Al Qaiwain, um dos sete territórios que formam os Emirados Árabes Unidos, anunciou na quinta-feira (14) a descoberta de vestígios de um assentamento humano do sexto milênio a.C. no sítio arqueológico chamado de Umm Al Qaiwain 2. As informações são da Emirates News Agency (WAM).

Segundo a WAM, foram encontradas ruínas de 7 mil anos e outros vestígios datados de 5 mil anos atrás. A agência destacou também a descoberta da pérola mais antiga já encontrada, com 7,5 mil anos.

“O objetivo desta exploração é descobrir os efeitos causados por aqueles que vieram antes de nós e tentar identificar seus costumes e tradições”, diz um comunicado divulgado pelo departamento.

O emirado de Umm Al Qaiwain tem uma série de sítios arqueológicos, de acordo com a WAM. No ano passado, por exemplo, foi anunciada a descoberta de tumbas e artefatos de 2 mil anos no sítio de Ed-Dur, no território, um dos maiores sítios arqueológicos do país.