Notícias

Empresários de Abu Dhabi negociam em Brasília

23 de outubro de 2017

Grupo liderado pelo Food Security Center do emirado participou de rodada de negócios com empresários brasileiros na sede do Ministério da Agricultura.

São Paulo – Mais de sessenta empresários brasileiros compareceram na tarde desta segunda-feira (23) a uma rodada de negócios organizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Brasília. Parte do Brazil-United Arab Emirates Agribusiness Investor Road Show, a reunião pôde aproximar os brasileiros dos árabes e deverá gerar negócios no futuro.

A missão organizada pelo Food Security Center de Abu Dhabi veio ao Brasil para uma série de visitas e reuniões mirando o setor agropecuário. Os doze empresários dos Emirados são da área de infraestrutura, proteína animal e investimentos diversos, sempre voltados ao agronegócio.

Presente no evento na capital federal, o assessor de projetos especiais da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Tamer Mansour, contou à ANBA que a programação dos empresários de Abu Dhabi começou durante a manhã, com um tour por Brasília, e seguiu com a rodada de negócios. Antes, o grupo acompanhou uma apresentação do secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Ribeiro, e uma da embaixadora dos Emirados em Brasília, Hafsa Al Ulama.

A reunião da segunda-feira (23) abriu os trabalhos do grupo de Abu Dhabi em Brasília, onde eles ficarão até a quarta-feira (25) para reuniões com ministros, outras autoridades e uma visita à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

De Brasília o grupo seguirá para Cuiabá, onde se reunirá com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, e visitará uma série de empresas do setor agropecuário, como a Amaggi e o Grupo Bom Futuro. Serão três dias de agenda no estado: depois os empresários de Abu Dhabi vão a São Paulo, onde estão programadas visitas a autoridades.

Segundo Mansour, há planos de organizar também uma rodada de negócios na capital paulista, em local ainda não definido. “O papel da Câmara Árabe é ajudar na aproximação dos empresários brasileiros com os árabes e estreitar as relações dos dois lados”, disse ele.