Notícias

Exportação de artesanato marroquino cresce 30%

23 de junho de 2016

Rabat – As exportações de artesanato marroquino cresceram 30% em maio em comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Ministério do Artesanato e da Economia Social e Solidária.

As vendas externas de roupas tradicionais aumentaram 149,5% na mesma comparação, o que colocou estes produtos no topo da lista dos mais exportados. A participação destes itens nos embarques praticamente dobrou de 13% em maio de 2015 para 25% no mesmo mês de 2016, informou o ministério em comunicado.

Em seguida, com participações menores, aparecem as cerâmicas, com avanço de 10% sobre maio do ano passado, tapetes (15%), artigos de couro (22%), calçados (14%), peças de madeira (12%) e cestaria (7,5%). Os quatro últimos grupos haviam registrado recuo nas vendas externas em maio de 2015 sobre o mesmo mês de 2014.

O artesanato marroquino reforçou sua presença na Europa em maio de 2016, com destaque para os mercados da França, que cresceu 105,5%, e da Espanha, que avançou 90% sobre o mesmo mês do ano passado.

Os países africanos, por sua vez, ampliaram em 69% suas importações de peças do artesanato do Marrocos.

No que diz respeito aos polos produtores, Casablanca e Rabat aumentaram suas exportações em 35% e 21%, respectivamente, enquanto que Nador e Tânger registraram avanços respectivos de 5% e 4%.

*Tradução de Alexandre Rocha